Arrancou hoje a semana da saúde no país

0

Decorre, a partir de hoje, no país, a Semana Nacional de Saúde, durante a qual serão oferecidos serviços de triagem nutricional, vacinação, suplementação da vitamina A, desparasitação e outros destinados a garantir a sobrevivência materna e infantil.

Paralelamente, haverá espaço para o registo de nascimento de crianças e para consultas sobre planeamento familiar para mulheres e homens em idade reprodutiva. No mesmo âmbito, estarão disponíveis serviços de avaliação da tensão arterial e rastreio do cancro do colo do útero e da mama.

“Nesta semana, pretende-se suplementar pelo menos 4.2 milhões de crianças dos 6 aos 59 meses de idade com uma dose de vitamina A; desparasitar cerca de 3.7 milhões de outras com idades dos 12 aos 59 meses com uma dose de mebendazol; e fazer aconselhamento e oferecer métodos de planeamento familiar a cerca de 562 mil mulheres em idade fértil”, disse Maria Benigna Matsinhe, directora nacional adjunta de Saúde Pública, no lançamento da iniciativa.

Falando sexta-feira em conferência de imprensa, em Maputo, a fonte fez saber que a oferta destes serviços será realizada nas unidades sanitárias e nas comunidades, através de brigadas móveis, durante cinco dias, isto é, de hoje, 30 de Outubro, até sexta-feira, 3 de Novembro, com a excepção do registo de nascimento, que será realizado apenas nos estabelecimentos hospitalares.

Com estas acções, segundo a fonte, espera-se reforçar as taxas de cobertura de rotina para as intervenções básicas de cuidados de saúde primários bem como disseminar mensagens educativas permitindo um maior envolvimento da comunidade.

“As Semanas Nacionais de Saúde representam uma oportunidade ímpar para, em simultâneo, oferecer e/ou promover intervenções direccionadas que têm um impacto comprovado na saúde das famílias moçambicanas, no geral, e, de forma particular, nas crianças e mulheres em idade fértil”, observou Benigna Matsinhe.

Esta iniciativa é do Governo, através dos ministérios da Saúde e Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos e está orçada em pouco mais 104 milhões de meticais. Tem o objectivo de intensificar a oferta de serviços e cuidados de saúde nas unidades sanitárias e nas comunidades.

A cerimónia central destas actividades será realizada no distrito da Namaacha, província de Maputo.

Fonte: Jornal Noticias

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

%d bloggers like this: